sexta-feira, 23 de março de 2018

Fotos de Gandu - Bahia

Seguem algumas fotos da última viagem à Bahia, na semana passada, em continuidade ao programa de treinamento de merendeiras - faço parte de um pedacinho do grande projeto, à convite do Governo da Bahia e Pronatec.  Desta vez, na cidade de Gandu, no sul do Estado.

Vendedorinha de jambo, cajá e azeite de Dendê perto de Ilhéus 
Durante a oficina, pão de inhame com nibs de cacau 


Frango com molho picante com nibs de cacau 

Beiju de tapioca colorido 

Creme de abacate com nibs e de cupuaçú, banana da terra e nibs 

Bolo de banana com nibs 

Biscoito com nibs 

A produção da oficina 
Na feira: pamonha de tapioca 

Beiju de mandioca 

Vendedora de ervas na feira de Gandu 

Temperos da feira 

Inhame quiçare cozido e ralado para cuscuz 

Inhame quiçare ou quissare (ou cará) 

Bolos e pamonhas de mandioca e tapioca 

Graviola de 7 kg 

Pepino maduro para salada - se o miolo 

Cruá ou melão caboclo na feira 

Coquinho ticum ou tucum 

Feijão mangalô e maxixe 

Feijões de todo tipo 

Debulhando feijão andu ou gandu 

Debulhando feijão mangalô 

Feijão andu ou guandu verde 

Na visita à Fábrica de chocolate de Gandu 

Foto com a professora de chocolates, Nutricionista Carol, e alunos


Café da manhã típico 

Numa plantação, tamanhos diferentes de cacau 

Na região, muito cravo. Assim, fresquinho, é vermelho. 

Merendeiras no dia da inauguração do projeto de formaçãoe! 

Cuscuz de milho e outras comidas no café.

Bolinho de estudante sem fritar 

Bolo de puba 

Farofa de banana 

Lelê de milho 

Arroz doce 


Na feira, massa de mandioca, carimã, goma, inhame pra cuscuz 

O nome por lá: coentro largo 

Na feira 

Na feira, biribá ou araticum 

Na feira, ingá de metro 

Na feira, jaca, coco, fruta-pão 

Lima da pérsia e fruto de pupunha 

Achachairu 

Pamonha de milho na folha de bananeira 


Merendeiras, presente! 

Só no cortadinho de entrecasca de melancia 

Colhendo major gomes e outras panc no mato da escola 

Delícia trabalhar assim 

Major gomes ou cariru ou língua de vaca ou maria-gorda - a erva!


Picadinho de melancia 

Caldo de aipim com molho lambão - tudo picado grosseiramente (coentro, cebola,
tomate, pimenta mais limão)

Produção da oficina 

Querem mais!  Eu também!

Final feliz! 


12 comentários:

Anônimo disse...

Qdo vejo posts das suas viagens por rincões do Brasil me sinto folheando/lendo impressões dos viajantes do período colonial, que revelavam tantas coisas desconhecidas em suas expedições, registrando no texto e nas ilustrações... Seus relatos são História pra mim... Ah, eu te amo, Neide Rigo...
Clarice

Vera SJC disse...

Parabéns Neide!
Lindo esse seu trabalho.

Vanessa Costa disse...

Que diversidade linda!

Anônimo disse...

Que coisa linda. O alimento é a solução pra saúde. Conhecê-lo e saber usá-lo e ainda mais transmitir esse conhecimento é o máximo. Abraço! Juvelino

Kátia disse...

pelas palavras e registro da Neide, fico aqui no sul com saudades da tão rica simplicidade da minha terra. <3

Anônimo disse...

Neide, parabéns pela viajem!
Seu blog tem sido uma inspiração para que eu coloque alimentos mais variados nas refeições de todos os dias.
Abraços!
Naná.

Ana disse...

Que legal Neide! trabalho no sertão do Ceará e essa sua matéria me chamou muito a atenção. Essas receitas estão disponíveis? A do bolinho de estudante sem fritura parece muito interessante!

Bruno Oliveira disse...

Me chega a marejar os olhos esse tipo de trabalho... Quem sabe um dia eu chego lá ... tou no terceiro semestre do curso de nutrição já!

Theo disse...

Ana, me adiantando à Neide: neste outro post, ela dá o link de um livro desse projeto, que tem algumas receitas:

https://come-se.blogspot.com.br/2018/03/meu-livro-mesa-farta-no-semiarido-pra.html

Leticia Cinto disse...

Adorei as fotos, mas me derreti mesmo foi com o termo "vendedorinha" :)))

Gil António disse...

Visitando, vendo, lendo e elogiando as suas publicações. Fotos de uma sedução ímpar.
.
* Saudade de ter ... Saudade *
.
Feliz início de semana
Boa tarde

Anônimo disse...

Que saudade de Gandu, das comidas, das frutas... que saudade da minha Bahia.