quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Papel para assar pão




Alguém poderá me dizer: compre papel siliconado! Sim, tem da marca Dover, já usei, é bom. Mas se a gente pode evitar consumo desnecessário, por que não aproveitar o que tem? Normalmente uso folha de chapéu de sol ou não uso nada, só espalho farinha no fundo da panela. 

Tem também a opção de papel vegetal, mas quem usa diz que gruda na massa, é difícil de se soltar. Além de ser caro. 

  Então hoje quis fazer uma experiência com o papel que vem embrulhando laticínios ou peixes no Mercado da Lapa. Geralmente usam duas ou três folhas e as externas estão sempre muito limpas. Dobro e guardo para usos diversos, como embalar algum vidro ou item delicado que vou dar de presente, antes de colocar numa caixa, por exemplo. Mas hoje resolvi testar no pão

Como a panela de ferro estava super quente porque a esqueci por quase uma hora a 300 graus (e por isto o pão saiu assim feinho - a crosta endureceu antes de ter tempo de expandir, mesmo eu tendo diminuído a temperatura quando percebi), preferi decorar e cortar a massa longe da panela quente. Emborquei a massa já crescida diretamente sobre o papel, trabalhei a massa e segurando as pontas do papel passei pra panela. Foi até bom fazer o teste com a panela super quente, pra comprovar que este papel pra uso alimentício é uma solução prática quando quiser fazer isto. Ele resiste a calor muito forte.  Não sei se tem algum produto que com o calor poderia ser tóxico, mas como ele não entra em contato direto com a massa (só na crosta e ainda tem uma camada fina de farinha), acredito que não. Deve ser exatamente como o papel siliconado vendido pra assar pão. Vamos pesquisar! 

Veja como fiz: 

Ficou tão íntegro ao sair do forno que daria até pra
assar outro pão . E não grudou nadinha! 

2 comentários:

Juju Gago disse...

Génia!!

Gilda disse...

Fiquei interessadíssima, mas como não moro em Sampa, portanto não faço compras no Mercado da Lapa, será que você sabe dizer o nome do papel? Para a gente comprar na papelaria talvez? Não será aproveitamento, infelizmente, mas também não encontro por aqui o tal do siliconado. Você continua genial. E estou com saudade da Dendê.