segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Omeleteira para além de omeletes. Ou cataplana de pimenta cambuci, abobrinhas salteadas.


Eu chamo por brincadeira de cataplana de abobrinha, cataplana de berinjela, de vagem, de quiabo, de jiló, o que quer que seja que eu faça dentro da omeleteira de tampa. Cataplana, na verdade, é uma panela portuguesa, do Algarve, de fundo côncavo e não reto como a omeleteira. Em comum, as duas têm apenas a união da parte de cima com a de baixo por uma dobradiça.  Na cataplana são preparados pratos de peixe e/08 frutos do mar, quase como nossas moquecas. 

Mas basta chamar de legumes salteados. Eu uso esta técnica quando estou com pressa e estou fazendo dez coisas ao mesmo tempo. Basta colocar um pouco de azeite na frigideira, os legumes por cima e fechar. De vez em quando vá mexendo na frigideira chacoalhando pra lá e pra cá, virando de ponta cabeça. Enquanto os legumes cozinham no próprio vapor, vão também dourando no azeite.  No  preparo da abobrinha da foto, quando já estava dourada juntei gotas de shoyu. Junto, uns pedaços de pimenta cambuci. 


Para as pimentas cambuci, a mesma coisa. Azeite, legumes e sal - durante ou no final. Só que juntei uns pedaços de cebola e deixei as pimentas maduras inteiras - cada um que a prepare no próprio prato, tirando cabinho e sementes (eu como com sementes, só tiro o cabinho). Lembrando que é uma técnica pra quando a gente não tem tempo, então, quando mais íntegro estiver o legume, mais tempo sobra para quem está cozinhando. Em poucos minutos a pimenta já está dourada e macia. Pra servir, juntei umas folhas de cipó de alho, mas bem poderiam ser umas folhas de manjericão. Com arroz, feijão, uma carne, um ovo frito...  E nhac!

2 comentários:

Anônimo disse...

Sempre uma boa ideia!!

Clarice

Isabela Olinda disse...

Maravilha! Adoro as suas receitas.
Um beijo, Neide!