quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Fermentando as ervilhas. Ou bolinhos veganos de ervilhas fermentadas com molho de tomate


Deixei as ervilhas partidas de molho por uma noite e no dia seguinte não sabia muito bem o que fazer com elas. Depois de muito pensar, resolvi escorrer a água e triturar no liquidificador com o mínimo de água possível. Coloquei a massa num vidro, fechei com filme plástico e deixei ali por mais 12 horas (deixe mais se a massa não fermentou). Quando a massa estava fermentada, temperei com sal, cebola ralada, alho ralado, pitada de de grãos de cominho tostado e menta picada. Tempero a gosto e com moderação.

Retirei porções com duas colheres de sopa, modelei bolinhas e cozinhei no vapor por 15 minutos sobre folhas de cúrcuma - é claro que eu sempre uso o que tenho por perto; se não tiver, não use e tudo bem. Depois de cozidas, dourei os bolinhos em um pouco de ghee - use manteiga, manteiga clarificada, azeite ou a gordura que tiver por perto.  Fiz, por último, um molho de tomate bem temperado (com manjericão zathar, mas use o tempero que tiver) e coloquei os bolinhos sobre o molho.  Decorei com folhas de salsa-do-líbano e nhac!  Boa opção vegana ou pra variar o cardápio de carnívoros, dar um tempo da carne.

Cozidos no vapor 
Podem ser fritos também - como um acarajé 
Fritos são crocantes, deliciosos


Com molho de tomate e Nhac! (com arroz branco, por exemplo) 


7 comentários:

Valéria disse...

Neide, vc é sensacional!!!

Anônimo disse...

É claro q vou fazer!!! Tudo aqui é muuuuito bom e dá certo!!
vou deixar mais adjetivos para os outros visitantes...

Clarice

Daniel Avila disse...

Adorei... uma pergunta. Qual a finalidade da fermentação?

Daniel Avila disse...

Adorei... uma pergunta. Qual a finalidade da fermentação?

Podóloga Anna Lúcia Pedrosa disse...

Bacana, vou fazer!

Eze Vieira disse...

ola, só dá certo com ervilhas inatura? ou daquelas de saquinho fermentam?

sexo coroas disse...

bom