terça-feira, 7 de abril de 2009

Geleia de pimenta com pectina de maçãs

Acho que finalmente cheguei a uma boa receita de geleia de pimenta. Não que fosse de meu interesse, mas tive que fazer um trabalho sobre ela e, como não achei informação nutricional completa, fiz uma receita com medidas para obter os dados. Depois de muito pesquisar e desconfiar do acerto de várias receitas e resultados, achei uma fórmula no blog da americana Elise Bauer, que parecia bastante confiável. Afinal, para se fazer uma geleia límpida e estruturada usando pimenta, há que se ter pectina, pura, comprada ou vinda de maçãs, por exemplo. As maçãs verdes são ricas neste tipo de fibra solúvel e dá um sabor frutado à geleia picante.
A receita pedia cramberry e pimentão vermelho para garantir a tonalidade já que eram feitas com jalapeños verdes. A minha seria feita com dedo-de-moça vermelha e uma pimenta americana em vez de pimentão, mas ainda assim não chegaria a um rosado atrativo. Tampouco tinha aqui cramberries ou qualquer outra frutinha vermelha. Apelei, então, para uma fatia de beterraba, que não fez feio na cor nem questão de aparecer de outra forma e se sobrepor ao sabor da pimenta. No final ainda juntei umas fitinhas de pimentas verde e vermelha para dar um tcham. Bem, mudei quase tudo, mas mantive a proporção de suco e açúcar. Ficou apimentada na medida certa e, com com o kefir drenado sobre pão torrado ou com pedacinho de queijo, irresistível. Mas já sei que não haverá situações apropriadas suficientes para comermos este tipo de canapé, então já estou matutando aqui outros destinos para a guloseima, como ingrediente: sopas cruas, geladas e picantes onde o doce também caia bem; molhos agridoces e apimentados ou misturada com algo mais para um assado de carne ou ave picante e dourado.


Geleia de pimenta dedo-de-moça
1 quilo de maçãs verdes Granny Smith picadas em 8, com casca e sementes
6 pimentas dedo-de-moça com sementes picadas
1 pimenta americana vermelha (doce) picada
2 fatias de beterraba picadas
1,5 xícara de vinagre de vinho branco
2,5 xícaras de água
1 e 3/4 de xícara de açúcar
1 colher (sopa) de rodelinhas finas de pimenta verde e vermelha (opcional)
Numa panela coloque as maçãs, as pimentas picadas grosseiramente, as fatias de beterraba, o vinagre e a água. Leve ao fogo e deixe cozinhar até as maçãs ficarem bem moles (cerca de 20 minutos). Amasse tudo usando um mixer ou amassador de batatas e passe tudo por um pano fino (gaze, fralda de aldogão ou saco de algodão) ou chinois, sem espremer para não turvar a geleia. Deixe escorrendo por cerca de 1 hora. Você deverá obter 2 xícaras de suco. Se não, junte mais um pouco de água à massaroca de maçãs e drene de novo. Coloque este suco numa panela com o açúcar e leve ao fogo alto. Quando ferver, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 10 minutos, tirando com uma colher a espuma que porventura se formar na superfície. Junte as rodelinhas de pimenta, se for usar, e deixe cozinhar até chegar ao ponto de geléia, mexendo de vez em quando com delicadeza para não grudar no fundo. Para saber o ponto, levante um pouco da calda com uma colher de pau - a última gota deve ficar pendurada e se solidificar. Outro jeito de saber é colocando um pouco da calda num pires. Deixe esfriar um pouco e empurre com o dedo - deverá formar ondas. Coloque ainda quente sobre vidros aferventados por 10 minutos e secos no forno. Geleia quente no vidro quente. Apoie por cima as tampas (também aferventadas e secas), sem rosquear e espere esfriar. Rosqueie e conserve os vidros na geladeira.
Rende: 2 vidros de 350 gramas

Drenei assim

30 comentários:

Mariângela disse...

Neide,ficou linda a cor ,este é o tipo de comida que gosto de comer fora de casa,como disseste,depois tem que arrumar outros usos para elas,estes tempos fiz um chutney,ficou muito bom porém enjoamos com o tempo e a repetição do gosto. Adoraria provar a geléia!beijo!

Gina disse...

Neide, tenho um post rascunhado sobre a pectina da laranja, com receita.
Ficou linda sua geléia e o sabor bem eclético para uso com pratos doces ou salgados.
Beijos.

Neide Rigo disse...

Oi, Gina, então estou esperando o post. Eu tenho uma receita antiga que ensina a fazer com as cascas da laranja demolhadas, cozidas e trituradas. E depois dá pra congelar. Achei o processo com maçã mais fácil. Obrigada, beijos, n

Gourmandise disse...

Também prefiro usar a pectina natural, contida nessas frutas ácidas. Não me adaptei bem à pectina em pó.
bjo

Letrícia disse...

A cor ficou tão bonita... fico imaginando osabor.

Minha mãe, que adora fazer geleias, usa pectina da parte branca da casca do maracujá (ela diz que interfere menos no sabor das geleias do que a pectina da maçã).

Beijos!

Eric Heneault disse...

Neide, descobri seu blog graças à minha amiga Cristiana Couto e estou adorando tanto ler suas matérias e receitas que coloquei um link do seu blog na minha página. Amo pimenta e maçã e achei a receita show de bola! Não vejo a hora de experimentá-la. Parabéns mais uma vez pela qualidade de seu trabalho e o interesse que desperta em nós para uma alimentação diferenciada e inteligente. Um grande abraço!

Armazém S.A. disse...

Ficou muito bonito Neide, imagino como ficou gostoso!

Que pano você usou para drenar? Algum especial ou um normal mesmo?

Abs!

Afrika disse...

Ola Neide, eu estive ca ontem, mas dei so uma vista de olhos. Na realidade fiquei a pensar naquilo que escreveu sobre em que usar depois a geleia, imagino que sera engracada de usar com carnes assadas frias ou ate mesmo peixe, como quem usa o Thai sweet chilly sauce ou simplesmente Sweet chilly sauce tao usada aqui no UK pra acompanhar grelhados, churrasco, ate hamburguers e muitos mais :D

Acredito que ideias nao faltaram... ainda vai ficar a faltar geleia pra experimentar LOL

Beijinho

Neide Rigo disse...

Mari, você que é a maior fazedora de chimias, já até sei que vai mudar tudo rss. E a receita permite.

Nina, eu nunca usei pectina em pó. Mas em frutas ganham também um pouco de graça, né?

Letrícia, uma vez usei a pectina da casca do maracujá, mas pra fazer a própria geléia de maracujá, então não soube o sabor dela isolada. Mas deve funcionar bem.

Eric, obrigada. Espero que dê certo.

Armazen, eu usei um pedaço de saco de açúcar limpo. Mas também uso uma fralda de algodão comprada para usar na cozinha.

Lídia, imagino que o uso desta geleia possa mesmo ser muito similar ao desses molhos.

Um abraço,
Neide

João Pedro Diniz disse...

Já fiz a geleia e está muito boa!

Ana disse...

Neide;

Você anda perdendo o Globo Rural...ano passado teve uma reportagem de duas doceiras de Minas Gerais que deram uma receita de geléia de pimenta com pectina. Já fiz duas vezes e fica muito gostosa. Como em casa somos adoradores de tudo que é "ardido", a receita tá aprovada com quase tudo, principalmente com uma boa carninha de porco.

Vá conferir:

http://globoruraltv.globo.com/TVGlobo/Jornalismo/Telejornais/globorural/CDA/tvg_cmp_globorural_noticia_imprimir/0,28073,331138,00.html

Neide Rigo disse...

Ana,
de fato este com a Tanea e a Fernanda eu perdi, mas foi muito bem falada. Eu não sabia que haviam dado a receita da geléia. É bem parecida com a que fiz, só que nesta a pimenta é cozida com as maçãs. Deve ser também muito boa como tudo o que elas fazem (eu as conheço de Gonçalves). Obrigada pelo link. beijo, n

clau disse...

Ganhamos de um conhecido um vidro de geléia de pimenta, que ele mm fez,que é muito boa para se usar com carnes e queijos.
Mas imagino que ele deve ter usado os preparados que vendem aqui para ajudar a fazer geléias.
Nas minhas eu nunca usei adicionar pectina, que nao precisava, mas imagino que alguns preparados devem exigir isto.
E a cor e textura da sua, mostram que, neste caso, é assim!
Bjs, Neide.

Neide Rigo disse...

Clau,
no caso da pimenta, tem que ter um reforço de pectina porque a pimenta, embora também tenha um pouco de pectina, tem que ser diluída, caso contrário a geléia ficaria intragável e incendiária.
Beijos, N

pipoka disse...

Neide,

No ano passado fiz, pela primeira vez, geleia de pimenta e fiquei fã. Este ano, para variar, vou usar esta receita, pois a minha levava apenas limão, pimenta e açúcar.

Beijos e boa Páscoa

angela disse...

Ola Neide, primeira vez que passo aqui adorei, faço sempre geleia com maças e recetemente postei uma uso muita pimentas e fica otima.

cris amaral disse...

Neide, acabo de conher seu blog por causa do Marcelo Katsuki, dai resolvi dar uma olhada e adorei te ler viu? To fazendo curso de gastronomia na HOTEC e gosto de cozinhar, de ler sobre comidas enfim, em casa todos gostam de fazer alguma coisa, meu pai por exemplo adora fazer doces e compotas e eu, fiz uma vez uma receita de geleia de pimenta da Lucila Diniz que troquei o adoçante por açucar, ficou muito boa mas essa sua vou experimentar fazer, deve ficar boa, pela cara.... beijo grande, prazer te conhecer, rs....

Rafael disse...

Olá Neide, sei que o comentário é de uma postagem antiga, mas estou comprando uma empresa que fabricará uma mistura em pó ideal para fabricação caseira de geléias. Estou no Rio Grande do Sul e provavelmente levará algum tempo para que chegue aos supermercados do Brasil todo. O custo do envelope de 40 g do produto (que renderá de 2 a 3 kg de geléia pronta) ficará por aproximadamente R$ 5,00 no balcão. Já tenho imagens da embalagem com uma tabela de quantidades de suco da fruta (no caso de geléia) e de fruta preparada (no caso de confitures) e a quantidade de açucar correspondente. É um produto com ingredientes 100% naturais e a base de pectina. Estaremos produzindo a partir de fevereiro. Se estiver interessada posso eviar amostra pra ti.
Muito obrigado pela atenção e parabéns pelo blog.

Rafael disse...

Olá Neide, sei que o comentário é de uma postagem antiga, mas estou comprando uma empresa que fabricará uma mistura em pó ideal para fabricação caseira de geléias. Estou no Rio Grande do Sul e provavelmente levará algum tempo para que chegue aos supermercados do Brasil todo. O custo do envelope de 40 g do produto (que renderá de 2 a 3 kg de geléia pronta) ficará por aproximadamente R$ 5,00 no balcão. Já tenho imagens da embalagem com uma tabela de quantidades de suco da fruta (no caso de geléia) e de fruta preparada (no caso de confitures) e a quantidade de açucar correspondente. É um produto com ingredientes 100% naturais e a base de pectina. Estaremos produzindo a partir de fevereiro. Se estiver interessada posso eviar amostra pra ti.
Muito obrigado pela atenção e parabéns pelo blog.

Rafael disse...

Olá Neide, estou com o produto que mencionei dias atrás pronto.
Gostaria de saber se queres receber uma amostra grátis.

Mande-me teu endereço para o e-mail rafaelsisson@gmail.com que amanhã estarei enviando via correio.

Muito obrigado!

Anônimo disse...

Neide, ainda vou fazer tua receita de geléia,acabo de repetir a receita do doce de pimenta, que ficou muito,muito bom.Preciso me organizar no tempo... O RafaEL poderia dar o nome do produto, eu moro no RGS e teria fácila acesso. Abraços,Ana Maria

Rafael disse...

Ana Maria!

O nome do produto é Quatro Minutos.

Agora já tem site: www.arriver.com.br

Muito obrigado!

Neide Rigo disse...

Rafael, espero que chegue logo por aqui. Já me falaram bem do produto. Um abraço, N

Rodolfo Schleier disse...

Olá Neide,
Parabéns por seu blog. Sou farmacêutico, mas sempre gostei de cozinhar, principalmente utilizando ingredientes nativos ou pouco explorados. E isso desde criança, pois minha mãe é culinarista e adorava criar receitas com pitanga, cará de cipó, entre outras preciosidades da nossa flora. Por isso fiquei muito emocionado ao conhecer o COME-SE, no ano passado; e fiquei muito feliz ao ver que não estamos sozinhos! Há pouco tempo criei coragem para iniciar meu próprio blog. Ontem postei uma receita de geleia de maçã com pimenta que fiz na Páscoa.
Um grande abraço

Rodolfo Schleier disse...

Olá Neide,
Parabéns por seu blog. Sou farmacêutico, mas sempre gostei de cozinhar, principalmente utilizando ingredientes nativos ou pouco explorados. E isso desde criança, pois minha mãe é culinarista e adorava criar receitas com pitanga, cará de cipó, entre outras preciosidades da nossa flora. Por isso fiquei muito emocionado ao conhecer o COME-SE, no ano passado; e fiquei muito feliz ao ver que não estamos sozinhos! Há pouco tempo criei coragem para iniciar meu próprio blog. Ontem postei uma receita de geleia de maçã com pimenta que fiz na Páscoa.
Um grande abraço

Neide Rigo disse...

Oi, Rodolfo, que bom saber disto tudo. Fico feliz. Mas qual é o seu blog? Um abraço, N

Marina Maria disse...

Oi Neide! Tudo bem? Eu acompanho seu blog há um tempão, mas comento pouco. Hoje tive que vir aqui dizer que fiz sua geléia de pimenta e ficou ótima! Fiz sem a beterraba e a pimenta doce, pois não tinha em casa, e usei metade de maças verdes e metade de Fugis, pq as verdes estavam muito caras. Achei bem fácil e gostei muito do resultado final. Bem, na próxima colocaria menos pimenta dedo de moça, porque ficou um pouco apimentado demais. Ou então tiraria as sementes de algumas. Acho que para algumas pessoas pode ficar um pouquinho forte. Mas eu adorei, pq adoro pimenta! Quero muito postar a receita no meu blog, com devidos os créditos, claro. Tem algum problema? Um beijão!

Sandra Moreno disse...

Neide, fiz com a maça red e cor ficou maravilhosa, eita geleinha danada de gostosa! Com carne de porco ficou ótima, obrigada!

Washington Yohan disse...

Olá, já fiz uma vez geléia de pimenta, mas não ficou como desejava, nem no sabor nem na cor, vou fazer essa receita, mas tenho algumas duvidas:
1- tiramos as sementes? acho esta informação importante pois sabemos ser as sementes responsável pela ardência
2- será que casca de maracujá seca e levemente torrada guarda quantias significativas de pectina?
3- será que posso usar a mesma receita para produzir geléia de hortelã?

grato,

Washington

Neide Rigo disse...

Washington,
quanto às sementes, é como eu digo na receita: "com sementes". A americana, é como um pimentão, portanto, sem sementes. Em relação ao maracujá, eu não sei. Já para a geleia de hortelã, pode sim. Um abraço, N